quinta-feira, 7 de julho de 2011

Novo site!!

A partir de hoje, as informações sobre minha atuação como cantora (vídeos, fotos e divulgação de agenda), assim como informações sobre técnica vocal, estarão em novo endereço:

http://joknobbe.wordpress.com

Confira =)

terça-feira, 31 de maio de 2011

Técnica vocal: Voz na infância e puberdade

Disponibilizo aqui a tradução do texto sobre vozes na infância e puberdade do livro de Cathrine Sadolin: Complete Vocal Technique, página 61.


EXTENSÃO E TIPOS DE VOZES

Voz das Crianças
Ao nascer, as pregas vocais das crianças têm cerca de 3mm de extensão. Um ano depois, praticamente dobram de tamanho, para aproximadamente 5,5mm. Durante os próximos 12 a 14 anos, as pregas vocais crescem lentamente e chegam a cerca de 9,5mm antes da puberdade. Quando meninos e meninas são pequenos, têm vozes similares – agudas e leves – porque suas pregas vocais são igualmente pequenas e curtas. Por esse motivo a extensão da voz infantil é limitada e mais aguda que a voz dos adultos. Adultos devem considerar esse fator quando quiserem cantar com crianças. Frequentemente adultos estabelecem um tom  muito baixo para as crianças seguirem e se as notas de uma música forem muito agudas ou muito graves, as crianças costumam descer ou subir uma oitava no meio de sua execução sem mesmo se dar conta de que estão fazendo isso.
É essencial NÃO demandar que crianças cantem afinadas muito cedo. Frequentemente o resultado disso é que a criança desenvolve uma atitude tímida ao cantar. Dê a elas tempo para ajustar as notas. É também essencial não interferir em sua respiração. Crianças não são capazes de coordenar ou controlar sua respiração voluntariamente. Para elas isto é um processo inconsciente que você irá dificultar se fizer com que ponham muito foco nisso. Evite corrigir seu suporte e sua respiração até que elas estejam na puberdade já há algum tempo. Durante a puberdade, os jovens adquirem mais consciência de seus corpos e, então, são capazes de “ajustar as coisas” sem prejudicar seus processos naturais.
Eu sugiro que, ao trabalhar com crianças e jovens, se evitem questões técnicas. Em vez disso, trabalhe a partir do ponto de vista musical – concentrando em músicas, expressão, fraseado e assim por diante.

Voz dos Meninos na Puberdade
Durante a puberdade masculina a laringe e as pregas vocais crescem como resposta aos hormônios. As pregas vocais crescem em espessura e em extensão em cerca de 10mm. Após a puberdade, as pregas vocais chegam a cerca de 17-24mm de extensão. As mudanças geralmente acontecem tão rápido que os meninos não conseguem manter o controle de suas vozes. A voz se torna mais escura e a afinação baixa cerca de uma oitava. Eventualmente as pregas vocais cresceram tanto que são capazes de produzir falsete.
Quando as vozes dos meninos “quebram” [a autora se refere à quebra de registro, passando repentinamente e descontroladamente de um som agudo a um som grave ou vice-versa], muitos garotos se tornam foco de risadas e podem desenvolver uma atitude negativa com relação à sua voz. Eles se tornam inseguros e acham que seu instrumento irá traí-los. Frequentemente os meninos acreditam que sua voz está além de seu controle e, nesse momento muitos perdem o interesse na voz como instrumento, achando que seu controle é inalcançável.
Eu gostaria de encorajar todas as pessoas que lidam com meninos durante sua puberdade a ficarem conscientes desse problema. É essencial que os meninos não sejam humilhados! Mesmo que eles não consigam evitar que suas vozes quebrem, eles ainda se sentem “traídos” quando isso acontece. Não deixe-os desenvolverem um problema que terão que combater mais tarde em suas vidas. O fato de que muitos homens passam por más experiências com o canto durante a puberdade pode explicar o por quê de existirem menos homens do que mulheres que cantam de forma amadora.

A voz das Meninas na Puberdade
A voz das meninas também muda durante a puberdade, entretanto os hormônios femininos não afetam suas vozes tanto quanto os masculinos. Durante a puberdade, as pregas vocais femininas crescem equilibradamente, em uma média de 4mm e sua afinação abaixa apenas cerca de 2-3 notas. A transição é mais gradual, sem maior diferença audível. Após a puberdade as pregas vocais das mulheres medem cerca de 12,5-17mm.

domingo, 24 de abril de 2011

13 de abril de 2011 - Caffe Cult - EMRB

Apresentação em evento fechado da Unimed.
.
Joana Knobbe [voz]
Gustavo Messina [violão]
.







segunda-feira, 21 de março de 2011

16 de março de 2011 - Jo Knobbe e Pedro Loch



Apresentação em evento fechado da Unimed - Florianópolis-SC.
Joana Knobbe - voz
Pedro Loch - violão

no Caffe Cult, Escola de Música Rafael Bastos.

Imagens por Felipe Obrer

domingo, 12 de dezembro de 2010

"Promoção de Verão": Aulas de Técnica Vocal para o Canto Popular

Promoção de verão nas aulas particulares de Canto durante os meses de dezembro, janeiro e fevereiro.

Para mais informações, envie um e-mail (joknobbe@gmail.com)  ou entre em contato pelos telefones: 8818-0227 (claro) ou 9976-7602 (tim)



terça-feira, 16 de novembro de 2010

Passagem de som (09/11/10 - Full Jazz - Curitiba)

_MG_2341


_MG_2332


_MG_2325


Vocal: Joana Knobbe
Guitarra: Lu Pasinato
Baixo: Ruba Pasinato
Bateria: Daniel Argolo

mais fotos, nesse link aqui.


Agradecimento especial à Daniel Argolo, que arrumou a gig! =) E a Felipe Obrer, companheiro de vida e olhar por trás das câmeras.